Loading...
Artigos

5 maneiras de você melhorar a sua vida financeira

5-maneiras-de-melhorar-sua-vida-financeira

5 maneiras de você melhorar a sua vida financeira

Se você é do tipo que todo mês passa por dificuldades e sente a necessidade de organizar a vida financeira, saiba que não é o único. Segundo uma pesquisa do Procon, quase 60% dos brasileiros não pagam as suas dívidas com os bancos e acabam devendo em diversas outras lojas, o que provoca uma verdadeira bagunça nas contas.

Contudo, falta apenas uma coisa para que você mude este cenário em sua vida:

Falta você ORGANIZAR SUA VIDA FINANCEIRA e melhorar a sua QUALIDADE DE VIDA FINANCEIRA.

Parece a mesma coisa, não é? Mas não é.

Este processo consiste em 5 passos essenciais: QUITAÇÃO, ORGANIZAÇÃO, INVESTIMENTO, MUDANÇA e EDUCAÇÃO FINANCEIRA.

5 maneiras de você melhorar a sua vida

 

1.QUITAÇÃO

Primeiramente, anote em um papel os seus rendimentos: salários, aposentadoria, bicos e alugueres. Essa é a sua receita. Em cima dela é que você vai viver.

Colocada na ponta do lápis essa receita, é hora de contabilizar as despesas. Não esconda as contas em sua casa. Corra atrás de uma por uma, inclusive as que estejam atrasadas. Verifique também se a sua conta no Banco está negativa.

Some as contas a pagar e acrescente a este valor, o déficit que por ventura exista em sua conta bancária (saldo em vermelho). Somado os valores, você tem duas alternativas:

a) Tomando por base o seu ordenado, negocie a dívida com o banco, de forma que a conta volte para o saldo azul e você possa pagar parcelas pequenas, que caibam no seu bolso, que é melhor do que pagar os juros do leasing. Depois, comece a pagar as contas em atraso, separando as que estão atrasadas, das que estão para vencer, e aquelas que estão por chegar.

b) Tome um empréstimo único, no valor de toda a despesa, quite todas as dívidas e assuma uma única parcela para pagar mês a mês. Esta parcela não pode ultrapassar a 30% do seu salário.

Verifique junto a órgãos de proteção ao crédito, a possibilidade de limpeza de seu nome, caso esteja no SPC. Nome limpo é garanti de oportunidades.

2.ORGANIZAÇÃO

Organizar a vida financeira envolve coragem e força de vontade. Contudo, se você seguir este passo a risca, poderá controlar mais o seu dinheiro.

Pegue outra folha e anote neste papel quais foram os seus gastos no último mês, tanto os maiores quanto os pequenos. Anote até mesmo os de valor irrisório. Se você analisar bem, 60% das suas despesas foram desnecessárias, as chamadas compras por impulso, e, portanto, um dinheiro jogado gora.

Não perca tempo!

Risque dessa folha esses gastos que não lhe fazem falta. Se houver serviços contratados, entre em contato e cancele-os rapidamente. Deixe apenas os custos que você realmente precisa, tais como roupas, alimentação, saúde, transporte e lazer (sim, é possível ainda se divertir).

3.INVESTIMENTO

Colocada as despesas na ponta do lápis e riscados os gastos supérfluos, é hora de INVESTIR! Normalmente, as instituições financeiras aconselham que se guarde até 20% dos seus rendimentos. POUPAR é essencial para melhorar a qualidade de vida financeira. Faça de conta que ele pertence ao banco, procure uma boa aplicação, seja em fundos ou ativos e INVISTA!

Existem planos de investimento que vão desde o mais simples título de capitalização, passando por sistemas de previdência privada até os mais ousados, como ações e títulos da bolsa. A sugestão aqui é que você comece com uma aplicação em renda fixa, seja em fundos ou em planos de previdência privada.

4.MUDANÇA

Trata-se de entender que o seu dinheiro não multiplica sozinho. Principalmente se você ficar o tempo todo gastando.

Mude seu pensamento! Seja qual for o seu investimento, uma vez que suas contas estão organizadas, mantenha a disciplina com os gastos. Não alimente ilusões de riqueza. Enxergue a sua realidade e mantenha os pés no chão, para manter a melhora de sua vida financeira.

5.EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Respeite o seu dinheiro! Antes de entrar em um restaurante caro, veja se não há outro tão bom quanto e mais barato. Compre roupas boas e mais acessíveis. Cinema, passeios e namoros são necessários, mas entenda: há momento para todos.

Educar-se financeiramente não significa tornar-se sovina. É respeitar o seu suor e esforço e ser o senhor do seu dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *